estrela maciça que, num estágio avançado de sua evolução, explode, passando repentinamente a brilhar de modo muito intenso...

agosto 04, 2005

O Brasil é aqui

Jornal Hoje
edição do dia 29/07/05

Um pedaço da Palestina que se chama Brasil

"Não há parede sem um buraco de bala ou de míssel. São milhares de marcas em toda parte, conseqüência de cinco anos de conflito com o vizinho. Uma guerra que custou vida, patrimônios, sonhos.

- Perdi dois netos, um filho e todas as minhas economias -, diz Khalil que já foi um dos mais prósperos comerciantes da Faixa de Gaza.

Hoje, ele e milhares de outros palestinos vivem em campos de refugiados. O maior se chama Brasil, uma herança do pelotão do exército brasileiro que serviu aqui como parte da Força de Paz da ONU, no começo dos anos 50. Os moradores mais jovens nem sabem disso, mas mantêm o nome do lugar por causa da admiração que eles têm pelo futebol da seleção brasileira. (...)

O Brasil palestino já foi considerado pela ONU um dos lugares mais pobres do mundo. Aqui falta praticamente tudo: água encanada, transporte público, hospitais, escolas. Não existe infra-estrutura, nem emprego pra essa gente que vive de doações. Mas, como se fossem contagiados por um espírito verde-e-amarelo, esses "brasileiros" também são otimistas. (...)"

Eu costumava achar que a paixão descabida pelo futebol e o otimismo insensato eram um legado cultural ou uma conseqüência da combinação dos elementos desigualdades sociais e "ópio do povo". Confesso que isso, de alguma forma, consolava-me.

Agora vejo que a questão é meramente semiológica. Enquanto o Brasil for Brasil, não progredirá. Observem o que aconteceu com o Brasil palestino. Não julgo possível que eles tenham se deixado contaminar pelo "brasileirismo genuíno" a uma distância tão grande, sendo um lugar tão desprovido de recursos, onde o acesso aos meios de comunicação é um luxo de que pouquíssimos podem desfrutar. Está claro para mim que o nome Brasil traz consigo toda essa carga de despropósitos, de miséria econômica, de pobreza, de otimismo idiota, de paixões tão eternas e tão circunstanciais, de cegueira ignorante que desvirtua a realidade. O nome Brasil não rima com prosperidade. Vejam o que se sucedeu com o pau-brasil. Talvez já estivessem querendo nos alertar sobre isso há algum tempo.

5 Comments:

Blogger Laion Castro said...

Interessante a relação estabelecida.

Gostaria de dizer mais, mas estou ouvindo "Vento no Litoral", e meu coração está todo cheio de coisas que não posso dar nome. Tenho medo de que parte dele seja batizada de brasil, cheio de incandescentes sofrimentos.

Obrigado pelo coment no meu post de aniversário. Posto mais em breve.

Um beijo.

7:57 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Reading your blog and I figured you'd be interested in advancing your life a bit, call us at 1-206-339-5106. No tests, books or exams, easiest way to get a Bachelors, Masters, MBA, Doctorate or Ph.D in almost any field.

Totally confidential, open 24 hours a day.

Hope to hear from you soon!

3:45 PM

 
Blogger Supernova said...

you'd be interested in advancing your life a bit

isso foi uma crítica ou um elogio? hehehehe...

8:25 PM

 
Blogger Supernova said...

you'd be interested in advancing your life a bit

isso foi uma crítica ou um elogio? hehehehe...

8:25 PM

 
Anonymous Cronem said...

Touching... Brazil is the front page of the most amazing magazine in the world. However, we have no lead or subjetcs or mercy. We have only images which says the reality we realized is unaceptable.And unavoidable as well.

Agora a onda é comentar em inglês ? Que viagem... Pode comentar o meu em alemão. Também quero ter blog internacional...ahaha

Beijos,

11:49 AM

 

Postar um comentário

<< Home